Cor como elemento de decoração

Cor como elemento de decoração

A arquiteta e decoradora Margaret Candossim, sócia da Candossim e Cabana Arquitetos, escuta com frequência as dúvidas relacionadas à insegurança em utlizar cor. A profissional elencou e respondeu as principais dúvidas para amenizar o receio e também para incentivar o colorido.

 

 

“Cor forte deixa o ambiente cansativo?”

“Para cada ambiente e finalidade, existem cores que respondem de forma mais harmoniosa. A cor de tom forte requer sempre um estudo prévio. Precisamos lembrar que cada cor interfere no humor, pois pode tanto trazer uma sensação de paz quanto de ansiedade, impactando vários outros aspectos. As cores laranja e vermelha, por exemplo, despertam fome; lilás traz tranquilidade e é uma cor ótima para um quarto de dormir, para um ambiente de meditação, por exemplo. A cor verde desperta os bons negócios; a amarela é uma cor ótima para salas de aula, porque mantém os estudantes despertos.”

 

 

“Meu apartamento é muito pequeno. Cor escura dará a sensação de sufocamento?”

“Sim, sempre melhor colocar cores claras e leves, mas nada impede de ter
um detalhe como a parede de fundo da cama emoldurada à cabeceira, ou
em uma sala compondo o ambiente com um quadro bonito atrás de uma mesa de jantar, por exemplo.”

 

“Combinar cor é muito difícil?”

“Não, mas é importante sempre observar as tendências e consultar profissionais da área. Eles poderão ajudar a criar um ambiente equilibrado e alinhado conforme o morador deseja para aquele lugar. Também é interessante acompanhar as novidades e informações disponibilizadas pelo CBC (Comitê Brasileiro de Cores).”

 

Fonte: Revista Show do Pintor Profissional - Novembro 2018